Mamma Vendetta nasceu livre, livre de conceitos ou direções pré-estabelecidas, somente a idéia de juntar o melhor da música e todos as formas de expressão artística ou manifestos ligados ao mundo independente. Mamma Vendetta é muito mais que uma agência de shows, funciona como uma verdadeira comunidade que agora coloca os pés para fora do gueto numa tentativa de mostrar ao mundo a variedade e atitude da arte independente elevando-a a outro nível. A família Vendetta iniciou suas atividades em 2009 trazendo alguns dos mais criativos e excitantes artistas da cena atual.

Mamma Vendeta é sobre musica para amantes da musica, é sobre cinema para os amantes de cinema e sobre verdade para aqueles que sabem conviver com ela. Para aqueles que procuram por algo que seja diferente de sua própria rotina, inquietos por novidades, não existe o tradicional quando o assunto é arte, não existe espaço para valores tradicionais, a arte sempre esteve aqui, mas continuamente em mutação.


Fazem parte da família:

Human Trash
The Blackneedles
Bloody Mary Una Chica Band
Damn Laser Vampires
The Dealers
The Biggs
The Dead Rocks
The Fabulous Go-Go Boy from Alabama
O Lendário Chucrobillyman
The Backseat Drivers
Vermes do Limbo
Hitman One Man Band
Dead Elvis and his Onegrave Band (Disgraceland)
Amazing Oneman Band (Uruguai)
Johnny Walker (US)
The Jam Messengers (US + Brasil)
Hugo Race (Austrália)
Two Tears (EUA)
The Solid Soul Disciples (Brasil e UK) (Brasil + UK)
Black Mekon (UK)
Swampmeat (UK)
Copter (UK)



Com esse time, Mamma Vendetta procura o intercâmbio entre bandas e a sua interação com o público de diferentes lugares e culturas, o que tem ocorrido com turnês dos artistas envolvidos no projeto.

MAMMA VENDETTA E COLDRICE ESTAO UNIDOS PELA NET, NOSSO CONTEUDO TAMBEM ESTA EM WWW.COLDRICE.COM

PARA RECEBER NOSSA PROGRAMAÇAO MANDE EMAIL PARA: contatomammavendetta@gmail.com

7 de mai de 2010

HUMAN TRASH por Ana Alice Gallo


O Lixo Humano
Orgânico, Papel, Plástico e Metal - tudo cru

--- por Ana Alice Gallo ---

Há glamour na podridão da cidade. Há alma no rock e no lixo, esses excluídos produtos da nossa civilização, que muitas vezes se regurgitam em nossa própria cara. E a flor-de-lótus no esterco paulistano vem em forma de um rockabilly sujo e poderoso chamado The Human Trash. O power trio, formado pelo duo de guitarras femininas Mari e Mayra “Trash” e pelo batera L.T, se prepara para lançar o primeiro álbum “Welcome to Trashville”, mas já liberou um Epzinho bala com quatro dessas canções que mostram o potencial nada descartável da banda.

Comecemos pelo orgânico. A crueza do som do The Human Trash começa no fato de que dispensaram, sem delongas, o baixo. A bateria, feita com latão de lixo, lata de tinta, garrafa de breja e outras coisas que todos nós podemos encontrar na lixeira de casa, traz sua – como se pode imaginar – peculiar sonoridade, sem perder a força e a marcação encorpada tão característica de sons dos anos 50 pra lá. O trio, que também integra bandas do underground brasuca como Backseat Drivers, Pullovers, e da monobanda The Fabulous Go Go Boy from Alabama, se reveza nas vozes. E, ao abrir o latão, o ouvinte tem a sensação de ser transportado para qualquer inferninho quente e malcheiroso de onde o rock poderia brotar do chão.

Agora, o papel. Apesar de rezar a cartilha de uma seleta parcela do “indiebilly” brasileiro, calcada em compassos fechados de backbeat, rock anos 50, bluegrass e outras cruezas deliciosas, o frescor e a urgência da banda abrem espaço para que “Welcome to Trashville” seja aguardado com alegria por esta depredadora que vos fala. E, pra completar, quem assina a produção é o legendário Marco Butcher, uma das mentes por trás do glorioso Thee Butchers’ Orchestra e o Uncle Butcher and His One Man Band em pessoa.

Mas, ao contrário de outras pérolas da internet, a banda não é de plástico. Dá pra ouvir por aí, e em lugares bem bacanas, da capital ao interior de Sampa, passando por Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Londrina e Maringá. Em junho, a THT fará uma tour com a banda americana Two Tears pelo Brasil, anuncia o batera Luis. E, enquanto o CDzinho metálico não chega, baixe no virtual mesmo. Ouça, com certeza, as faixas “Trash Bomb" e "Trashville”.

http://www.mediafire.com/file/hzml2mhjty3/THEHUMANTRASH
- WELCOME TO TRASHVILLE (single 2009).zip


http://rapidshare.com/files/368571937/THE_HUMAN_TRASH_-WELCOME_TO_TRASHVILLE__single_2009_.zip.html


http://www.megaupload.com/?d=U6W9CUAF

Nenhum comentário:

Postar um comentário