Mamma Vendetta nasceu livre, livre de conceitos ou direções pré-estabelecidas, somente a idéia de juntar o melhor da música e todos as formas de expressão artística ou manifestos ligados ao mundo independente. Mamma Vendetta é muito mais que uma agência de shows, funciona como uma verdadeira comunidade que agora coloca os pés para fora do gueto numa tentativa de mostrar ao mundo a variedade e atitude da arte independente elevando-a a outro nível. A família Vendetta iniciou suas atividades em 2009 trazendo alguns dos mais criativos e excitantes artistas da cena atual.

Mamma Vendeta é sobre musica para amantes da musica, é sobre cinema para os amantes de cinema e sobre verdade para aqueles que sabem conviver com ela. Para aqueles que procuram por algo que seja diferente de sua própria rotina, inquietos por novidades, não existe o tradicional quando o assunto é arte, não existe espaço para valores tradicionais, a arte sempre esteve aqui, mas continuamente em mutação.


Fazem parte da família:

Human Trash
The Blackneedles
Bloody Mary Una Chica Band
Damn Laser Vampires
The Dealers
The Biggs
The Dead Rocks
The Fabulous Go-Go Boy from Alabama
O Lendário Chucrobillyman
The Backseat Drivers
Vermes do Limbo
Hitman One Man Band
Dead Elvis and his Onegrave Band (Disgraceland)
Amazing Oneman Band (Uruguai)
Johnny Walker (US)
The Jam Messengers (US + Brasil)
Hugo Race (Austrália)
Two Tears (EUA)
The Solid Soul Disciples (Brasil e UK) (Brasil + UK)
Black Mekon (UK)
Swampmeat (UK)
Copter (UK)



Com esse time, Mamma Vendetta procura o intercâmbio entre bandas e a sua interação com o público de diferentes lugares e culturas, o que tem ocorrido com turnês dos artistas envolvidos no projeto.

MAMMA VENDETTA E COLDRICE ESTAO UNIDOS PELA NET, NOSSO CONTEUDO TAMBEM ESTA EM WWW.COLDRICE.COM

PARA RECEBER NOSSA PROGRAMAÇAO MANDE EMAIL PARA: contatomammavendetta@gmail.com

17 de fev de 2009

BLACK MEKON


Nascidos na ilha de Crist Gasoline, Inglaterra, o trio Black Mekon desde seu início tem como missão trazer a musica trash & blues em sua forma mais visceral.
Black Mekon (vocal, guitarra e gaita), Brother Mekon (guitarra e backing vocals) e Stunt Pussy (bateria e backing vocals).Três garotos brancos vindos de uma área industrial da cidade de Birmingham, a cerca de uma hora de Londres, cresceram expostos a um diferente número de estilos musicais, tendo sempre a música de raiz como principal influência. O rockabilly, country, a música punk e o blues parecem ter tido um lugar especial na rotina e na vida de cada um deles. Mas o que faria então esse trio ser uma das grandes promessas da música atual? Com certeza não é o fato de dividirem tais influências com outros artistas, mas sim na forma como devolvem isso ao mundo através da sua música. São duas guitarras que parecem ter saído diretamente de uma serralheria reproduzindo o tão famoso White noise criado por artistas como The Birthday Party, Pussy Galore, Neubauten e toda essa leva no final dos anos 70 seguindo pelos 80. E quando você pensa que a bateria vai trazer algum alívio para seus ouvidos, nops... ela vem carregada de fuzz, o que cria no ouvinte mais amador a sensação de que suas caixas de som acabaram de ir para o espaço.
Junte esta usina de correntes e serras elétricas ao fato dos Black Mekon estarem mergulhados até o pescoço na musica afro-americana, especialmente o blues e a soul music, como foi citado anteriormente. O resultado é um primeiro álbum que leva o nome de Tight Pussy e explica muito bem a que veio essa banda. São nove temas, sendo que a versão brasileira preparada especialmente para a turnê realizada em 2008 conta com três bônus track. Cramps on speed? John Lee Hoocker enrolado para presente em arame farpado? Ou quem sabe Elvis King Presley tocando com os Contortions? Acredito que todas essas perguntas possam fazer parte da resposta que talvez definisse o som desse trio, mas a verdade é que Black Mekon soa só e tão somente como Black Mekon.

www.myspace.com/blackmekon

Nenhum comentário:

Postar um comentário