Mamma Vendetta nasceu livre, livre de conceitos ou direções pré-estabelecidas, somente a idéia de juntar o melhor da música e todos as formas de expressão artística ou manifestos ligados ao mundo independente. Mamma Vendetta é muito mais que uma agência de shows, funciona como uma verdadeira comunidade que agora coloca os pés para fora do gueto numa tentativa de mostrar ao mundo a variedade e atitude da arte independente elevando-a a outro nível. A família Vendetta iniciou suas atividades em 2009 trazendo alguns dos mais criativos e excitantes artistas da cena atual.

Mamma Vendeta é sobre musica para amantes da musica, é sobre cinema para os amantes de cinema e sobre verdade para aqueles que sabem conviver com ela. Para aqueles que procuram por algo que seja diferente de sua própria rotina, inquietos por novidades, não existe o tradicional quando o assunto é arte, não existe espaço para valores tradicionais, a arte sempre esteve aqui, mas continuamente em mutação.


Fazem parte da família:

Human Trash
The Blackneedles
Bloody Mary Una Chica Band
Damn Laser Vampires
The Dealers
The Biggs
The Dead Rocks
The Fabulous Go-Go Boy from Alabama
O Lendário Chucrobillyman
The Backseat Drivers
Vermes do Limbo
Hitman One Man Band
Dead Elvis and his Onegrave Band (Disgraceland)
Amazing Oneman Band (Uruguai)
Johnny Walker (US)
The Jam Messengers (US + Brasil)
Hugo Race (Austrália)
Two Tears (EUA)
The Solid Soul Disciples (Brasil e UK) (Brasil + UK)
Black Mekon (UK)
Swampmeat (UK)
Copter (UK)



Com esse time, Mamma Vendetta procura o intercâmbio entre bandas e a sua interação com o público de diferentes lugares e culturas, o que tem ocorrido com turnês dos artistas envolvidos no projeto.

MAMMA VENDETTA E COLDRICE ESTAO UNIDOS PELA NET, NOSSO CONTEUDO TAMBEM ESTA EM WWW.COLDRICE.COM

PARA RECEBER NOSSA PROGRAMAÇAO MANDE EMAIL PARA: contatomammavendetta@gmail.com

18 de fev de 2009

O LENDARIO CHUCROBILLYMAN AND HIS ONEMAN BAND ORCHESTRA


Após ouvir o disco “Chicken Walk” de Hasil Adkins em 2005, Koti deu início a seu projeto musical tocando tudo ao mesmo tempo: bateria, guitarra, kazoo e um megafone por onde faz os vocais. Assim nascia sua banda de um homem só “O Lendário Chucrobillyman Monobanda Orquestra”

No seu som as misturas como o punk com o blues, rock de garagem, rockabilly trash originam um som minimalista, primitivo, com batidas repetitivas e hipnóticas que remetem à um tipo sórdido de se fazer rock n´roll.

“O Lendário” tem feito varias incursões e shows pelo Brasil todo, participado de festivais afora: DemoSul (Londrina), Bananada (Goi
ânia), BH Rumble (Belo Horizonte), Macondo Circus (Santa Maria)One Man Bands Freak Show (Belo Horizonte), One man Band Fest de São Paulo, uma apresentação no Rio de Janeiro, apresentações pelo interior Paulista e de Santa Catarina, ainda em Curitiba, sua cidade natal, faz apresentações regulares.

“Chucrobillyman” realizou recentemente uma turnê internacional (praticamente sozinho) realizando 12 shows por diferentes países da Europa incluindo Portugal (pela Groovie Records), passando por diversas cidades da Itália, Eslovênia, Áustria e França. Nesta turnê européia “O Lendário” teve a oportunidade de tocar com bandas e monobandas internacionais: Mr. Occhio uomo orquestra (Itália), One Man Hand (Portugal), Sheriff Perkins and his One man Band (França), Wasted Pido and his One Man Band (Itália), The Mojomatics (Itália), Number 71 (Itália), The Fuzz Five (Portugal) e Ghouls (Canadá).
O Lendário Chucrobillyman participou recentemente da Mostra Sesc de Artes de São Paulo 2008 onde se apresentou nos Sesc Pompéia e no Sesc Avenida Paulista.
Em seu novo trabalho intitulado "The Chicken Album",
"O Lendário Chucrobillyman" nos apresenta canções baseadas na sonoridade da viola caipira brasileira e introduz "o estilo da galinha".
O estilo da galinha como ele mesmo diz: é um estilo diferente de se tocar a viola caipira brasileira que consiste numa maneira mais rápida e percussive que remete em parte ao delta blues, mas com uma sonoridade que é propria da viola caipira de 10 cordas. Todas estas composições foram baseadas na sonoridade deste instrumento mas com uma grande preocupação criativa no uso da percussão, que foi basicamente constituida de pedaços de ferro velho, latas de tinta, caixas de papelão e um tambor de lixo funcionando como bumbo.
O Lendário Chucrobillyman costuma se apresentar como"monobanda" ou seja, uma banda formada por um único integrante porém neste projeto pensa em incorporar um percussionista em suas apresentações ao vivo para reproduzir mais fielmente as linhas de percussão do lixo.
The "Chicken Album" é um disco que percorre sobre a atmosfera rural onde a galinha é seu maior ícone, as canções possuem ritmos e alguns riffs que imitam o pio de uma galinha, estes se apresentam constantes em quase todas as canções se tornando a base do "estilo da galinha", porém o som da viola não é o mesmo que estamos familiarizados, pois foi distorcida e seu som ficou "sujo" por conta da influência do Rock'n Roll "selvagem" e do punk blues.
Aprecie o Chicken Album com toda a família e com os amigos!


www.myspace.com/chucrobillyman

Nenhum comentário:

Postar um comentário